sábado, 12 de julho de 2008

Casa nova

A partir desta data (12/07/08), o Rodas Antenadas está de endereço novo. O antigo blog (aquele do zip.net) será excluído dentro de alguns dias.

Como hoje estou sem tempo para postar, estou colocando aqui o último post do blog, quando o endereço dele ainda era http://www.rodasantenadas.zip.net/. Abraços

(Eleições 2008)

Neste post, vou falar sobre uma coisa que sempre acontece comigo (e provalvemente com vários
deficientes) na época das eleições.

Uma vez, na véspera das eleições de 2006, eu estava passando pela porta de saída do colégio onde estudava e um candidato estava entregando os famosos santinhos para os alunos que estavam passando pela porta. Quando eu estava passando por esta porta, o candidato não me deu um santinho. Permaneceu parado com cara de dó. Não sei o porquê deste ato. E o mais interessante é que eu já tinha o meu título de eleitor nesta época e votei nas eleições de 2006 como qualquer um, mesmo tendo 17 anos de idade.

E também já passei por situações bem parecidas que são relacionadas à este assunto. Houve também uma vez em que estava em um evento e, de repente, apareceu um candidato à vereador para fazer a propaganda ´´boca-a-boca´´ de sua campanha. Pelo que eu me lembre, estava junto a umas 5 pessoas. Todas receberam um santinho. Eu não. O único que estava em uma cadeira de rodas ali é justamente quem está vos escrevendo neste momento. Muitas vezes, também, quando passava pela porta deste colégio, onde eventualmente eram realizadas propaganda de shows e ´´baladas´´, muitas vezes também não recebia um panfletinho sequer.

Para ser sincero, eu não entendo o porquê deste comportamento com os deficientes. Os políticos e promotores de evento não poderiam se esquecer que existem milhares de deficientes que votam e que também (acreditem se quiser) vão às ´´baladas´´ que ocorrem por todo o Brasil. Deficiente come, bebe, fala, lê, escreve e - vejam só vocês- faz sexo! (porque não?). É claro que existem exceções. Alguns deficientes infelizmente não podem usufruir de muitas coisas boas que a vida ou a mãe-natureza oferecem, por uma série de motivos, que podem variar desde um sério acidente até problemas que um recém-nascido pode ter na hora de seu parto. Mas, por favor, não vamos generalizar.

As campanhas para as eleições 2008 estão perto de se iniciar. Eu ficarei de olho para ver como os candidatos irão se portar com os deficientes. Se algum ´´caso excepicional´´ acontecer, virei ´´correndo´´ até à este blog para contar tudo à vocês.

Eu vou ficar de olho.

Um comentário:

Fábio disse...

E aí,Rodrigo!!
Vou inaugurar seu blog com meu comentário... Que honra!!
Blog de cara nova, mas com a mesma qualidade de sempre! Espero que possa escrever muito mais posts daqui para frente, porque é um ótimo jornalista e retrata as melhores informações... Parabens!
Sobre as Eleições, espero que prevaleça o acesso dos deficientes a todos os âmbitos possíveis de um eleitor: acesso a panfletos (informação sobre candidatos e instruções para voto),ter tratamento igual ao que todos recebem,ter sua opinião ouvida,participar de comícios; enfim, exercer a CIDADANIA através do processo de voto!
Que neste ano as coisas possam mudar para MELHOR!